Dr. Guilherme Messas, psiquiatra especialista em álcool e drogas, responde a essa questão. Para ele, as discussões relacionadas à política de drogas no país requerem o desenvolvimento de ações que se adequem à realidade da sociedade brasileira. Estruturas sanitárias e problemas sociais precisam ser considerados no desenvolvimento de políticas assertivas no que concerne ao consumo de drogas.

Desde outubro de 2018, o Canadá permite o consumo recreativo da maconha e cada província do país determinará sua própria legislação para a legalização. Já nos Estados Unidos, 30 das 50 unidades federativas permitem o uso da droga de alguma forma, incluindo o estado do Colorado, que, desde 2004, legalizou a maconha e a transformou em um produto de varejo, cujo modelo desperta comparações. Países como Holanda, pioneiro, Uruguai, Espanha, Jamaica e Portugal já descriminalizaram o consumo da droga. Países como México, Chile, Colômbia, Argentina e Israel permitem o uso terapêutico e medicinal da cannabis.

Para visualizar as matérias publicadas na imprensa sobre esse assunto, acesse:

Folha de São Carlos e Região
Tribuna da Praia
Faculdade Santa Casa de São Paulo

Maconha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s