Diagnóstico Psicopatológico Essencial das Experiências Depressivas no abuso de Crack

O projeto, em andamento, recentemente ampliado para incluir as experiências problemáticas com uso de maconha, tem como finalidade delimitar características próprias das alterações psicológicas associadas ao uso de drogas. Com este projeto, pretende-se investigar a noção de especificidades das experiências ligadas ao uso de crack e maconha, favorecendo a instituição da melhor terapêutica individualizada.


A gênese social do usuário de crack

Este projeto, realizado de 2014 a 2016, projeto investigou, por meio de um estudo qualitativo, quem são os usuários de crack no Brasil, com ênfase na população das cenas de rua. Nossa participação como pesquisador envolveu a avaliação psicopatológica dos usuários entrevistados.


Projeto Psicose e Drogas

O projeto de pesquisa Psicose e Drogas, realizado entre 2010 e 2012, buscou deslindar as complexidades envolvidas nas relações entre drogas embriagantes e psicoses. Utilizando-se do método fenomenológico, em sua vertente estrutural, do ponto de vista metodológico. O projeto consistiu no tratamento semanal de pacientes com histórico de psicoses na vigência do uso de drogas. Seu objetivo foi a construção de tipos psicopatológicos ideais dessas psicoses, permitindo aprofundamentos na análise da causalidade biológica assim como na elaboração de tratamentos e prognósticos clínicos.